Festival do Tannat e Cordeiro no Uruguai

Tradicionalmente no mês de junho acontece o Festival do Tannat e Cordeiro no Uruguai.

É uma oportunidade maravilhosa para apreciar os vinhos do país, nesse caso é um convite para conhecer mais de perto a cepa mais famosa cultivada - e premiada - nessas bandas: a uva tannat. 

A carne de cordeiro não fica atrás no quesito qualidade, a produção uruguaia destaca-se pelo sabor e maciez mundo afora.

Sabem aquela história de 'avião sem asa, fogueira sem brasa e Buchecha sem Claudinho'? Pois é, dava para incluir 'tannat com cordeiro' nessa lista de coisas que se complementam perfeitamente e não fazem sentido separadas rs.

Quem criou o festival foi muito feliz na união desses elementos, é muita harmonia à mesa num ambiente pra lá de especial: difícil resistir aos encantos dos vinhedos no outono, né?

Enoturismo no Uruguai

Festival do Cordeiro e Tannat no Uruguai

Muitas vinícolas participam desse evento que já está na sexta edição e todo ano acho difícil escolher qual visitar, basicamente fico seduzida por todas as propostas.

A programação geralmente acontece às 11h ou 12h, chegamos na vinícola e um pessoal simpático já está a postos para apresentar-nos as instalações, os vinhedos e contar algumas curiosidades sobre os vinhos, é um passeio breve e gostoso, nada maçante com mil explicações técnicas. 

Depois vamos ao salão degustar o menu: entrada, prato principal e sobremesa elaborados tendo em vista a maridagem ideal, em outros termos, a tal da harmonização dos pratos, aquele casamento bonitinho da comida e do vinho, onde o sabor de um realça o outro.  

É uma experiência divertida com os sentidos regada a boa comida, bom vinho, boas companhias e belas paisagens. E se ainda não te convenci a experimentar rs, seguem algumas das propostas delicinhas do festival:

Festival do Tannat e Cordeiro no Uruguai 2014

Festival do Tannat e Cordeiro no Uruguai 2014

Falei que tradicionalmente o evento ocorre em junho, né? Mas esse ano 4 vinícolas (Marichal Wines, Castillo Viejo, Artesana e H.Stagnari) anteciparam a festa e já irão realizar o evento no próximo fim de semana - nos dias 24 e 25 de maio

As demais manterão a data de junho (darei mais detalhes das outras propostas em breve).

Você que está de viagem marcada para maio ou junho - ou você, caro compatriota que vive em terras charrúas também rs - já tem mais uma ótima opção para marcar no roteiro.

Abraço!

Update: as demais bodegas farão o evento no dia 7 de junho

Minha experiência esse ano: amo o universo do vinho e é quase impossível não tirar um saldo positivo desses eventos. 

Nosso passeio teve aquele clima familiar gostoso de sempre, mas a vinícola que escolhemos visitar não tinha um perfil turístico, a sensação era que a coisa toda estava meio improvisada, não houve muita explicação/apresentação sobre os vinhos e achei o preço bem salgadinho pelo serviço em si. Mas valeu pelo cordeiro que estava no ponto, as companhias e a tarde diferente no campo. 

Que venham os próximos festivais! :)

9

Turismo no Uruguai: Segurança em Montevidéu

Frequentemente as pessoas me questionam sobre a segurança em Montevidéu, é muito comum me perguntarem: "É tranquilo andar aí? É seguro mesmo? Não vai acontecer nada comigo se eu sair a noite?". 

E muitas dúvidas são coisas que eu não posso garantirnão tenho como dizer, por exemplo, em quais lugares da cidade as pessoas estarão seguras ou não.

O que realmente posso dizer é que Montevidéu é uma capital, um grande centro urbano, a maior cidade do país. E sim, existem problemas de criminalidade. Ainda que em menor escala, mas existem.

As estatísticas sugerem que há menos chance de acontecer um inconveniente em Montevidéu do que na maioria das capitais brasileiras, porém esse dado não é suficiente para eliminar toda e qualquer possibilidade de infortúnio, né? 

Outro ponto é que os turistas por diferentes razões costumam ser alvos fáceis aqui, em Paris ou Barcelona.

Eu vejo muitos brasileiros dando bobeira que jamais dariam em suas cidades de origem, canso de passar pelo centro e ver as pessoas deixando a bolsa no banco ou chão da praça e correndo para um monumento para tirar foto; pessoas andando com a bolsa aberta e fotografando distraidamente ou mexendo no celular; outros que saem das casas de cambio contando todo o dinheiro no meio da avenida; etc. 

No domingo passado voltava do centro às 19h, veja bem, centrão e já escurecendo. Vi um brasileiro andando tranquilamente com um mapa de 1 metro aberto e uma câmera dessas grandes pendurada no pescoço numa zona comercial que a esta altura já estava com todas as lojas fechadas, não tinha quase movimento e contava com alguns pedintes dormindo na calçada. 

Eu fiquei me perguntado se esse rapaz andaria assim pela Avenida Sete ou Baixa dos Sapateiros se estivesse em Salvador. Seguramente não.

Mas Montevidéu te convida a baixar a guarda, é muito difícil pra gente de fora enxergar a malandragem local e naturalmente ficamos com uma sensação de segurança e tranquilidade o tempo inteiro. 

Aliás, a malandragem e a pobreza em forma geral não são gritantes aos olhos no Uruguai. Um turista que passa 2 ou 3 dias na cidade dificilmente verá zonas menos favorecidas e provavelmente irá embora com uma ideia que é tudo muito uniforme por aqui.

Talvez isso justifique alguns comportamentos mais desatentos, não é que espero que a pessoa fique histérica com medo da sombra, não é isso, afinal trata-se de férias rs, a preocupação deve ser aproveitar ao máximo o que o lugar tem a oferecer, mas acho importante também não abrir mão de certos cuidados. 

Detalhes como evitar caminhar a noite por ruas escuras e desertas, não andar com todos os pertences a mostra, colocar a bolsa para a frente quando estiver no vuco-vuco do centro ou do ônibus são coisas básicas que podem fazer a diferença na sua viagem. 

Eu sempre busco tomar esses cuidados quando estou turistando por aí, não garante nada, mas também não facilita! :P

E no ponto de vista de moradora que vive uma rotina com variáveis que um turista não tem, posso dizer que a insegurança dá as caras em muitas oportunidades, não ando totalmente sem medo, mas não me sinto refém dele. 

Contraditório ou não, ainda encontro espaço para curtir meus cantos de paz em meio ao agito da cidade! 

Rambla Montevideu

Para concluir, vou deixar dois links de notícias que chamaram minha atenção nos últimos dias relacionados a segurança em Montevideo: o primeiro é sobre uma brasileira que teve seus pertences roubados na Ciudad Vieja e graças a conta do Dropbox sincronizada ao celular, ela tem acesso as fotos que as pessoas que estão em posse do aparelho andam tirando, na página Donde están los ladrones ela conta como tudo aconteceu. 

A outra matéria também vai nessa linha das tecnologias e a delinquência, recentemente criaram um aplicativo onde o usuário pode marcar no mapa da cidade o tipo de delito que sofreu e a sacada é usar esses números para tomar providências. Tenho minhas dúvidas de como o aplicativo poderia ser um retrato fiel, no sentido das 'denúncias' serem efetivamente reais quando basta alguns clicks para tornar o dado uma estatística, mas a ideia não deixa de ser interessante.

Não sei se o post responde o que as pessoas esperam escutar quando perguntam sobre a segurança na hora de viajar, mas é a forma como enxergo o tema e não conseguiria simplesmente decretar se é seguro ou não é. 

Aproveitem o que o paisito tem de bom, já sabemos que a lista é grande rs.

Abraço! ;)



P.S.: os comentários estão atrasados, os e-mails uma bola de neve e eu de férias na Bahia, nas próximas semanas as coisas voltarão ao normal, espero rs.
7

Mirante Panorâmico: Montevidéu vista do alto

Costumo dizer que um dos segredos de Montevidéu está guardado no prédio da prefeitura (chamada de intendencia em espanhol): um mirante com vistas incríveis da cidade.

Vista de Montevideu desde o mirante

O acesso é gratuito e acho um ponto de partida excelente para armar o roteiro turístico pelo Centro/Ciudad Vieja. 

Encontrar o edifício da Intendencia é fácil, fica ali no coração da famosa Avenida 18 de Julio, mais especificamente no número 1360. 

Caminhando pela avenida, você logo verá a enorme fachada em ladrilho (tijolinho) e a réplica do David de Michelangelo. Não tem erro.

Prefeitura de Montevideu

Réplica David de Michelangelo em Montevideu

Um pouco menos chamativa é a Oficina de Informaciones Turísticas onde precisamos passar para retirar os tickets antes de pegar o elevador para o mirante.

É uma casinha que fica também nessa entrada principal sobre a Avenida 18 de Julio, nas escadarias do lado oposto ao David, na esquina com a rua Ejido.

A entrada é gratuita, mas - repito - não esqueça que é preciso retirar os ingressos. Basta chegar no centro de informações turísticas e dizer que deseja visitar o mirador (como dizem em espanhol), os funcionários entregarão os tickets e irão explicar como chegar ao elevador panorâmico.

Para chegar no elevador temos que seguir pela rua Ejido, logo virar à esquerda na rua San José e entrar no prédio da prefeitura. 

Lá no térreo é uma mistura de funcionários, turistas e locais que estão resolvendo pepinos tramites. Não tem ninguém pedindo os ingressos que retiramos previamente ou com cara de "estou aqui para ajudar turistas" e você pode ficar meio perdido.

Mas o elevador panorâmico é esse da foto:


E ele é uma atração a parte rs, é um tanto apertado, sempre fico com um frio na barriga quando vai subindo e vejo pelo vidro a cidade ficando pequenina, apesar do medo básico acho divertido e bonito, uma prévia das paisagens que vamos encontrar adiante.

Quando finalmente chegamos no andar 22 entregamos as entradas e temos todo o mirante para apreciar e explorar. 

Mirante de Montevideu

Num dia de sol a vista é espetacular, visualizamos vários pontos da capital, desde as construções importantes do centro à distante Fortaleza del Cerro, a imensidão do Rio de la Plata e o porto. 

Ganhamos belos postais da cidade.

Montevideu desde o mirante da intendencia

Montevideu desde o mirante da intendencia

É legal ler os quadrinhos com as informações dos pontos e tentar localizá-los, assim você já vai se familiarizando com a história de várias atrações que pensa em visitar. 

É legal também tentar procurar outros pontos da cidade que você já conheceu (mesmo que seja seu primeiro dia de passeio e você só tenha passado pelo aeroporto e hotel rs), eu por exemplo sempre fico procurando minha rua, os edifícios que gosto, etc.

O que fazer em Montevideu
Apresentando Montevideo ao baby! :)

Você pode ficar quanto tempo quiser curtindo a cidade do alto (até a hora de fechar, claro) e é possível fazer visitas guiadas. 

Está aberto diariamente das 10h às 16h. 

Saindo do mirador dá para ir andando até a Ciudad Vieja (já fiz esse trajeto algumas vezes, grávida inclusive rs), passando pela Fonte dos Cadeados, Palácio Salvo, Praça Independência, Teatro Solís, Portal da Ciudadela, Igreja Matriz e mais um monte de lugares interessantes.

Passem lá e me contem depois! Abraço! ;)

20