Uma noite no museu: tango e comidas típicas uruguaias

Uma noite mágica, foi com esse pensamento que voltei para casa depois de jantar no Primuseum

Reservamos uma mesa para às 21h e com alguns minutinhos de atraso chegamos na porta do restaurante, museu e casa de show (um lugar 3 em 1 só pode ser sinal de coisa boa, né? ) que fica na Ciudad Vieja.


Já na entrada os itens que compōem a coleção do museu chamam a atenção: são muitos Primus  - como ficaram conhecidos por aqui aqueles fogareiros a querosene utilizados para cozinhar, na verdade Primus era o nome da marca que patenteou e desenvolveu esses aparatos em 1891 - que estão cuidadosamente espalhados pelo belo casarão e também outros objetos que eram usados antigamente nas casas e armazéns, como placas e cartazes, garrafas e faróis, utensílios e eletrodomésticos de cozinha.



Essas peças são colecionadas por Aldo Mazzoni há mais de 30 anos, atualmente são cerca de 3000 peças em exposição, sendo cerca de 300 primus. Faz pouco tempo a família decidiu compartilhar esse acervo numa proposta aliada a outros clássicos uruguaios: tango, vinho tannat e culinária criolla

O casarão do século XIX ganha vida com boa música, boa comida e boas histórias sobre os pequenos tesouros que o próprio Aldo ou seus filhos, Florencia e Santiago, se animam a contar aos curiosos visitantes.


A proposta gastronômica do Primuseum é diferente, o menu é fixo, não dá para chegar e escolher diferentes pratos, funciona como uma degustação de comidas típicas servidas em seis passos. Seis, gente. É abundante e gostoso.

Tudo começa com uma tábua de frios e embutidos, em seguida vem bruschettas, depois mini chorizos e morcillas, logo matambre a la pizza, o prato principal que pode ser rack de cordeiro ou baby beef e a sobremesa pudim de doce de leite e torta de maçã.

Primuseum Tango Montevideu



Na parte de bebidas o que nos surpreendeu positivamente foi a qualidade do vinho da casa, engarrafado e etiquetado exclusivamente para o restaurante, elaborado artesanalmente por uma pequena vinícola de Colonia.

É servido também água, chás/café e limoncello.


Tudo isso ao som do mais puro tango (que acho importante frisar tem também raízes uruguaias).

E o que falar da banda simpaticíssima que tocou na noite? Fiquei com vontade de abraçar o senhor do piano quando o show acabou. Achei lindo, me emociono com tango, acho um negócio dramático, apaixonado e ao mesmo tempo orgulhoso. 


Tudo ornando para deixar a noite mágica! ;)

É uma experiência que vale tanto para turistas como moradores, apesar da maioria dos presentes serem estrangeiros, não achei um lugar pegadinha para turista, sabe? 

Tenho um pouco de aflição do que se diz cena-show porque geralmente você compra uma apresentação as vezes até legal, bonita e tal, mas a comida deixa a desejar, é levada como algo secundário, e né? Eu gosto de comer, a comida jamais será um fator menos importante rs. 

Então encontrar um lugar que acredita no conjunto da obra apresentando um show típico de qualidade e igualmente se preocupando com o que vai à mesa é um achadinho daqueles que a gente conta empolgada aos amigos.  

Me perguntaram no Instagram se custava caro (segue a gente @viver_uruguay e acompanhe as novidades antes de virarem posts no blog) e sinceramente achei que o valor cobrado pode ser cobrado por todo o conjunto que oferece: 65 dólares por pessoa que inclui o show, o menu com as comidas e bebidas (o vinho é servido a garrafa, por exemplo) e o ambiente que é algo único. 

Não é exatamente barato, mas vale a pena, pra gente foi uma noite especial e super agradável! Terminamos sendo convidados pela casa (me falaram que era uma cortesia quando pedi a conta, olha que alegria rs!), antes disso já estava certa que queria voltar e celebrar um bocadinho mais a vida com comida farta e música boa.

O Primuseum fica bem pertinho do Mercado do Porto e abre de quinta-feira a domingo a partir das 20:30 (não abre para almoço). 

Recomendo fazer reserva (tel 099 217645 / info@primuseum.com) e ir de táxi, não é legal se perder pela Ciudad Vieja caminhando a noite.

Divirtam-se! Abraço!

10 comentários

  1. Ahhhhhhh MIle, eu vou te bater ..rsrsrss..
    Cada vez você me dá mais um motivo para suspirar pelo paisito...
    Sem dúvida vai para minha lista.Quando meus amigos me pedem dicas de Montevideo e perguntam se já experimentei, às vezes confirmo: "não experimentei, mas a Mile, do Viver Uruguay, já experimentou e aprovou. E isso já basta para indicar!"

    ResponderExcluir
  2. Com certeza irei nesse lugar com meu esposo... Sua descrição é tão perfeita que dá pra se sentir vivendo tudo isso... estou contando os dias para nossa viagem...
    E olha que coisa legal acabei de descobrir, somos conterrâneas e soteropolitanas, mas não temos só isso em comum, também me apaixonei e sai de SSA para viver o meu grande amor...
    Bjokas
    Delza Fernandes Marcondes

    ResponderExcluir
  3. Levamos nossos turistas neste restaurante e o resultado é sempre satisfatório!
    Realmente vale a pena!

    ResponderExcluir
  4. Levamos nossos turistas neste restaurante e o resultado é sempre satisfatório!
    Realmente vale a pena!

    ResponderExcluir
  5. Levamos nossos turistas neste restaurante e o resultado é sempre satisfatório!
    Realmente vale a pena!

    ResponderExcluir
  6. Levamos nossos turistas neste restaurante e o resultado é sempre satisfatório!
    Realmente vale a pena!

    ResponderExcluir
  7. Um das melhores experiências em Montevideo! O lugar é bacana, o atendimento da equipe impecável. O proprietário (Santiago) foi muito atencioso, desde a reserva. O qualidade dos pratos estava muito boa e o show de tango, intimista, um espetáculo. A casa conta com transfer, pois a localização central não favorece o deslocamento a noite. Resumo: imperdível!

    ResponderExcluir
  8. Olá Mile! Adorei a sua dica! Já fui a Buenos Aires uma vez, e conhecer o tango de perto foi uma experiência maravilhosa. Estou indo para o paisito no final de Maio, e seu blog tem sido um ótimo referencial para eu programar meus passeios. No final de Maio já está bem frio, não é? Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Oi Jamile!
    Estou gostando bastante de suas dicas!
    Passaremos um dia em Montevidéu e gostaríamos de ver um show típico do Uruguai. Fiquei interessada em conhecer o Primuseum pela sua descrição. Só que Mas vi também o Bar Funfun e o El Milongon. Para aproveitar o show e a comida, considerando ser nossa primeira vez na cidade, onde você sugere que a gente vá? Um abraço. Andrezza (de Belo Horizonte).

    ResponderExcluir
  10. Oi Mila! Vou a Montevidéu no carnaval 2017. Eu conheci o Baar Fun Fun, em 2010. Se for pra indicar a melhor opção noturna num sábado de lugar + tango + restaurante, qual vc me indicaria? O Fun Fun, o Primuseum ou o El Milongón? Achei o Fun Fun muito legal qdo fui, lugar temático e antigo. Esse Primuseum me parece interessante tb... e aí? Iremos em 3 amigas!! Obrigada!

    ResponderExcluir