3 destinos para curtir o inverno no Uruguai

Inverno-no-Uruguai

A natureza foi bem generosa com o Uruguai, é o que a gente constata feliz depois de cruzar o país de uma ponta a outra.

O território pequenino a primeira vista nem de longe revela a variedade de destinos e atrações que encontramos pelo caminho. 

Somado a isso, as estações são bem definidas, o que torna cada viagem diferente dependendo do mês de chegada e partida, não é a mesma coisa chegar em janeiro ou julho e o mais lindo é que cada época tem seu encanto próprio.

Agora é tempo de inverno que já chegou trazendo muito frio e novas possibilidades de passeios.

Eu teimo em associar o frio com romantismo, vinho e comida abundante, talvez por ser de uma terra tropical, o inverno ainda guarda um quê de magia e beleza, ainda fico embasbacada como num dia está tudo verde, quente, cheio de energia e meses depois a paisagem nos abraça com muito cinza e quietude.

Mas deixo de divagar por aqui, e ampliando minha percepção do inverno hehe, trago três destinos que combinam lindamente com essa estação para quem vem curtir as férias nos próximos meses.


1- Villa Serrana

Perfeito para quem tem pouco tempo, dá para fazer uma day trip numa boa passando pelo centrinho da cidade de Minas - e fazendo uma parada básica na fábrica de alfajor Sierras de Minas, acho o melhor alfajor uruguaio - e depois seguindo para as serras.

A vista das serras é deslumbrante, um lugar que respira paz com uma imensidão de verde ao redor.

A região é bem conhecida entre os amantes do turismo místico, estudos já comprovaram que há mesmo uma energia diferente por lá.

Acreditando ou não, é impossível não sair mais leve depois de algumas horas - ou dias - em contato com a natureza. 

O que fazer no inverno no Uruguai
Demais essa vista! Reserve o almoço no imperdível Ventorillo de la Buena Vista, um ícone do turismo e arquitetura no país.


Optando pernoitar, a hospedagem geralmente se dá em simpáticas cabaninhas com lareiras.

Não esqueça de passar no mercado em Montevidéu e se abastecer com vinhos e queijos (os queijos nacionais são de ótima qualidade, vale pedir um parmesão e um colonia que não tem erro). 

Ops! Tentei, mas não resisti ao combo frio + vinho + comida, de novo! 

Tem post no rascunho com nosso bate e volta em Villa Serrana (com destaque para o almoço no Ventorillo) que sai logo mais, por ora você pode ver mais info nesse post antigo.

Adianto que é um destino que não funciona ir por conta própria usando transporte público pela dificuldade de acesso entre o centro e as serras (da capital até Minas é super fácil e barato, mas de Minas as serras - que pra mim é a graça do passeio mesmo - as opções não são tão frequentes), então vai ser mais gostoso se alugar um carro ou fechar uma excursão.


2- Salto

O paraíso das águas termais no Uruguai, um destino pouquíssimo explorado pelos viajantes brasileiros.

Fica longe da capital, bons 500km separam as cidades, talvez por isso as pessoas não se animam tanto a incluir no roteiro. Mas é uma opção excelente com um custo bem interessante para relaxar no maior estilo: prepare o roupão de banho e vire peixe nas piscinas quentinhas.

O passe que dá direito a um dia inteiro de acesso às piscinas das Termas de Daymán custa em torno de 10 reais, uma pechincha.

Conheça mais sobre o destino clicando aqui e aqui.

Para quem tem pouco tempo, uma opção para otimizar é pegar o ônibus que sai meia noite da rodoviária de Montevidéu e chega por volta das 6h no centrinho de Daymán que é uma pequena vila a 10km da cidade de Salto com toda a estrutura para o turista com hotéis e restaurantes.


3- Carmelo

Carmelo é amor, né? Dos meus destinos queridinhos no paisito.

Recentemente foi 'descoberto' pelos turistas e tem dado o que falar nas mídias, aqui tem quem aponte como a Punta do oeste em razão das propostas tentadoras e de alto nível, até o jornal The New York Times se deixou enamorar e fez referência à cidade como uma Toscana em miniatura, achei chique. 

A verdade é que o lugar é uma delícia para curtir a boa vida e se mimar. Se você está procurando um destino para lua de mel no Uruguai, considere Carmelo e seus charmosos hotéis e vinícolas boutique como uma opção.

Mas não pense que Carmelo é metida a besta, ela pode ter essa coisa elegante-rústica no campo do turismo, mas ainda é de verdade e com essência uruguaia (sim, acho Punta del Este bacana, coisa e tal, mas demasiado cool-ostentação, o que me cansa um pouco).

Veja tudo sobre o destino nessa série de posts.


***

E aí, já conheciam esses destinos? Estão preparados para viver o inverno uruguaio? Não vai faltar frio, passeios e paisagens lindas! 

Lembrando que tem dicas para curtir o inverno também em Montevidéu nesse post.

Boa viagem, gente! :)


10 comentários

  1. Excelentes indicações que saem dos pacotes convencionais. Iremos em Outubro ,vc pode comentar sobre o clima nesta época? Vamos,desta vez,fazer o roteiro padrão Montevideo e Sacramento com um pulo em Buenos Aires. Na próxima adentraremos no zUruguai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Inclua uma vista ate punta del este! Para mim, o lugar mais legal do Uruguay! Sobre o clima, pode preparar os casacos sim! Eh bem frio! =)

      Excluir
    2. Muito obrigada! Dá uma olhada nesse post: http://www.viveruruguay.com/2015/08/mala-roupa-levar-uruguai.html que tem dicas do que vestir em cada mês.

      Boa viagem!

      Excluir
    3. Obrigada pela colaboração, Oka! :)

      Excluir
  2. Parabéns pelas dicas... Tenho acompanhado esse blog e, é muito bom!
    No futuro penso em investir e considero Santa Catarina e o Uruguai..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada pelo comentário, Alexander! :)

      Excluir
  3. ótimas dicas, estou planejando minha viagem e vou visitar o Urugai.

    ResponderExcluir
  4. Oi Mille, andei buscando informações no seu blog, acho que ele é muito esclarecedor. Obrigada por se dedicar um pouco a informar pessoas :)
    Eu ja estive no Uruguai e andei pensando em voltar e permanecer por ai... queria conversar contigo sobre uma coisa: vi alguns imoveis a venda, porem nao encontro informacoes sobre a parte burocratica desse processo. Poderia me ajudar?
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rai! Muito obrigada! :)

      A parte burocrática é minima para quem tem dinheiro para investir (os bancos uruguaios não fazem financiamento para estrangeiros). Por disposição legal, investir no Uruguai está no rol dos interesses nacionais, o que leva a existência de um regime de investimento aberto que permite ao investidor estrangeiro os mesmos incentivos oferecidos ao investidor local.

      Os preços são em dólares americanos. O comprador paga ainda comissão a imobiliária e IVA.

      Abraço!

      Excluir