A gastronomia uruguaia em livros

Foi num passeio na belíssima livraria Escaramuza que pedi dicas de livros de receitas uruguaias para a Lu, a colaboradora mais querida desse bloguito além de apaixonada por livros é também cozinheira e confeiteira formada pela escola de gastronomia Gato Dumas.

Nossa conversa foi tão animada e rica em informações que na mesma hora já pensamos em transformá-la em post.

E olha, a Lu 'se pasó' - como diriam os uruguaios - porque o resultado está sensacional, até pensei em dividir em 2 partes quando vi o tamanho do arquivo, mas ficou tão gostoso de ler que eu simplesmente não consegui quebrar o texto.

Ficou um verdadeiro guia com as melhores opções de livros que abordam a gastronomia do paisito, perfeito para profissionais da área que desejam se aprofundar na culinária rioplatense e muito útil para amadores como eu que amam se aventurar no fogão hehe.

Livros receitas uruguaias

Um livro sobre a culinária local ou qualquer outro tema relacionado à história do país - de literatura, biografia a fotografia - pode ser uma ótima recordação ou presente da viagem, seguramente trará boas recordações sempre que for folheado, uma sugestão para um souvenir diferente.

Nesse link vocês encontram o endereço de três livrarias super bacanas na capital.

Termino por aqui e deixo vocês com as dicas da Lu! :)

***

Eu adoro livros de receita. E eu acredito que eles foram feitos pra ficarem perto da cozinha. São lindos, mas não devem ficar limitados a enfeitar uma estante. Eu amo os meus livros. E eles participam das minhas aventuras na cozinha! Eles podem ficar abertos na bancada, não tem problema se sujar de farinha ou pingar molho ou escorrer chocolate. Significa que a cozinha tá viva, tá servindo pra fazer delícias e tá produzindo memórias afetivas.




Gastronomia uruguaia em livros de receita
Porque comer é muito mais do que ingerir nutrientes. A nossa relação com a comida tem uma ligação direta com nossa cultura. A galera que mora fora do Brasil vai concordar comigo que não tem nada mais emocionante que se deparar com uma coxinha! Ou um caldinho de feijão. Ou um pastel de feira. Ou biscoito de polvilho, guaraná e mandioca frita! Hahaha.

Enfim, toda essa introdução foi para dizer que se você também curte livros de receita e, assim como eu, acha que são ótimas lembranças de viagens, esse post é pra você! Fiz uma lista com os principais livros focados em gastronomia uruguaia e tem opções pra todos os gostos, inclusive pra criançada! 

Espero que vocês gostem!

- O CLÁSSICO: Crandon Manual de Cocina 

Em novembro de 2017, o Manual de Cocina del Crandon ($1490, equivalente a mais ou menos 160 reais), o livro mais vendido do Uruguai - mais de 200 mil exemplares - completa 60 anos desde a sua primeira edição em 1957. Em poucos anos, o livro se converteu no clássico da cozinha no Uruguai. É como se fosse a versão charrua do nosso consagrado Dona Benta. 

Inclui sugestões de cardápios, glossário de termos técnicos, lista de ingredientes, tabelas com informações nutricionais, dicas sobre congelamento de alimentos, equivalência de pesos e volumes e explicações de técnicas básicas.

O livro já tem 36 edições, foi revisado e o repertório de receitas constantemente ampliado a ponto de superar 1000 preparações! A publicação de aniversário tem 615 páginas e incorpora um capítulo de receitas sem açúcar.

Achei interessante observar nas opções de cardápios semanais as diferenças entre o que estamos acostumados a almoçar e as sugestões propostas compatíveis com as preferencias dos uruguaios. 

É uma fonte cheia de informações que, sem dúvidas, acrescenta muitas opções de preparações para serem reproduzidas em casa. As similaridades entre os ingredientes que aparecem aqui e os ingredientes que temos no Brasil fazem com que as receitas sejam facilmente reproduzidas. 

Na minha opinião, poderiam incluir mais fotos das preparações para ilustrar melhor a maneira de executar e apresentar cada prato. 

É o livro clássico, que está aí para ajudar os que nunca se aventuraram pela cozinha e não sabem muito bem por onde começar. Começa bem do comecinho e sempre vai ter receitas e técnicas úteis para esta e também para futuras gerações. 


- O DIFERENTÃO: ROU – 13 cocineros y 13 productos del Uruguay

ROU - República Oriental del Uruguay ($1190, mais ou menos 130 reais) é um livro de histórias e receitas de cozinheiros que revolucionaram a cozinha uruguaia. Através de 192 páginas, o leitor poderá conhecer 13 dos mais importantes cozinheiros no Uruguai, suas histórias, seus métodos de trabalho, seus projetos e suas receitas. 

Esse livro é um retrato, e o mais fiel possível, do vínculo entre o cozinheiro e sua cozinha. Nele, é possível ver as conquistas, o talento, a filosofia, as obsessões, as paixões, as quedas e as dores, o que impulsiona e quais são as inseguranças de 9 homens e 4 mulheres que se destacam na gastronomia uruguaia.

Cada um desses cozinheiros, a sua maneira, trava uma batalha para mostrar que os ingredientes produzidos no Uruguai são maravilhosos e merecem o devido destaque. E não só pela qualidade do que é produzido por aqui, como vegetais, carnes e frutas, como também os ingredientes que representam um patrimônio nacional. Porque a comida sempre foi e sempre será uma expressão cultural. ROU é a representação do que a cozinha uruguaia tem para mostrar atualmente. 

As fotos são lindas e a proposta do livro é muito interessante! É a prova viva de que a gastronomia uruguaia vai muito além das milanesas, chivitos e tortas fritas.

Os cozinheiros apresentam receitas modernas e usam ingredientes nativos. E justamente por isso, não são ingredientes que podemos encontrar facilmente nos supermercados, o que torna a reprodução da receita uma tarefa que exige um pouco mais de empenho. O que pode até fazer com que seja a receita certa para uma ocasião especial. Pode não ser o livro mais indicado para oferecer sugestões para o dia-a-dia, mas com certeza representa um dos livros com receitas mais ousadas e que apresenta as possibilidades menos óbvias da gastronomia uruguaia. 

O prefácio cheio de carinho, assinado por Francis Mallmann, já indica que podemos encontrar nas páginas de ROU uma valiosa amostra da identidade culinária do Uruguai, que merece destaque nas cozinhas universalmente.  

- O PREMIADO: Nuestras Recetas de Siempre

Nuestras Recetas de Siempre ($1490, cerca de 160 reais), do Chef Hugo Soca, recebeu em 2012 o título de melhor livro de cozinha Latino Americana na premiação Gourmand Cookbook Awards e a premiação não foi à toa: um guia de comida caseira e receitas tradicionais uruguaias pra deixar qualquer um com água na boca. 

Logo de cara, eu super me identifiquei com o autor. Para Hugo, o respeito com a cultura culinária começa com aprender que a comida não sai de uma caixa congelada ou de latas etiquetadas. A chave para comer bem é aprender a comer comida de verdade, conhecer o valor dos alimentos, educar o paladar e mostrar pra todo mundo que além da significativa produção de azeites, queijos, vinhos, frutas e verduras, existe uma cozinha particular que identifica o uruguaio. 

Hugo cresceu no campo, com um contato direto com os ingredientes e suas origens. Carrega os ensinamentos da avó em muitas das receitas. Esse contato com os produtos locais e a influência da cozinha caseira fez com que as receitas desse livro fossem cuidadosamente escolhidas com o intuito de valorizar os sabores uruguaios e transportar quem as prepara para uma cozinha com cheiro de cozinha de mãe/vó. 

Se eu tivesse que escolher um livro para ser o meu favorito, seria esse. Com receitas práticas, do dia-a-dia e que representam comida conforto, é uma delícia atrás da outra.

O tuco, que é como chamam o molho de carne moída por aqui, é simplesmente delicioso. Virou minha receita da vida. Já sei fazer sem precisar olhar no livro.

O ensopado de lentilha, um clássico invernal de terras charruas também é incrível. Aquele tipo de comida que te abraça, que conforta. 

Gastronomia uruguaia em livros de receita

Livro receita uruguaia
Fotos do post: @luisazuffo

As receitas são bem explicadas, utilizam técnicas certeiras. Estão escritas em espanhol e em inglês, assim como as instruções. As fotos são apetitosas e mostram que a influência italiana e espanhola presente na gastronomia uruguaia serviu para produzir receitas cheias de sabor, personalidade, que valorizam o produto local e convidam para sentar a mesa num daqueles almoços que não tem hora pra acabar.

O meu tá autografado pelo Hugo, que é um querido e está sempre em seu restaurante TONA recepcionando os clientes e preparando muitas delícias! 

- O FAMOSINHO: La Huella, Historias y recetas del Parador

Consagrado como o melhor restaurante do Uruguai, o Parador La Huella renomado restaurante de Jose Ignacio, aparece em 23 lugar na lista dos 50 melhores restaurantes da América Latina, lista onde já ocupou a 11a posição em anos anteriores. 

O La Huella é um restaurante pé na areia, feito de madeira, com um estilo rústico-chique. É o tipo de lugar que se você não fizer reserva, pode ficar mais de uma hora e meia esperando lugar pra sentar. Claro que com uma taça de vinho e a vista incrível da praia, nem dá pra reclamar muito. Jamis já fez post contando sobre a experiência no La Huella no Viver Uruguay, o link tá aqui

Pois bem, depois dessa introdução, o que falar desse livro de receitas?! Primeiro que ele é lindo, delicioso e tem as receitas de uma das cozinhas mais premiadas do Uruguai. Não tem muito erro. Está disponível em inglês, espanhol e português! 

O livro: La Huella, Historias y recetas del Parador ($1800, mais ou menos 200 reais) reúne mais de 100 receitas e mais de 200 fotografias que ilustram tanto os pratos como o próprio parador, suas paisagens, as pessoas que frequentam e o lifestyle de Jose Ignacio com a ideia de representar a experiência de quem frequenta o La Huella.

No livro, estão os pratos favoritos do menu, como a corvina, o volcán de dulce de leche e muito mais. 

O livro também tem um conto de Francis Mallmann, que é amigo dos sócios donos do restaurante. As receitas são ótimas e o livro começa com drinks. Mas a menção especial vai para as sobremesas.

A confeiteira Florencia Courrèges (na minha humilde opinião, a melhor confeiteira do Uruguai) assina sobremesas delicadas, cheias de sabor, com combinações inusitadas e que se transformam quase em mágica quando degustadas. E eu não espero nada menos de uma sobremesa.

Eu sei que é difícil resistir ao clássico e infalível volcán, mas um dos meus favoritos sem dúvida é a cheesecake de queijo de cabra. É equilibrada e deliciosa! 

Adquirir o livro diretamente no La Huella é uma recordação linda da viagem. E, se bobear, ainda dá pra descolar um autógrafo de pelo menos um dos donos, que sempre circula pelo restaurante. O passo seguinte é reproduzir as receitas em casa, acompanhando um delicioso vinho uruguaio e imaginar que estamos curtindo José Ignacio e toda a onda que aquele lugar tem especialmente no verão. 


- O ESPECÍFICO: Frutos nativos del Uruguay

A Chef Laura Rosano, autora do Recetario de Frutos Nativos del Uruguay ($1800, cerca de 200 reais), escolheu 5 frutos nativos do Uruguai e compilou 10 receitas diferentes para cada fruto formando assim uma coletânea de receitas a partir de frutos nativos.

Laura acredita que a gastronomia é parte da memória e da tradição assim como a identidade dos povos. A ideia do livro surgiu porque Laura percebeu que não havia uma área gastronômica focada em frutos nativos e que, por essa razão, estavam cada vez menos presentes nas receitas contemporâneas.

O livro apresenta receitas bem fáceis justamente para incentivar as pessoas a reproduzirem as preparações em suas casas. Laura Rosano coordena o movimento Slow Food no Uruguai. 

Esse é o primeiro da lista que não está na minha coleção. Justamente por ser bem específico e contar com ingredientes que não encontramos tão facilmente nos supermercados, achei que não ia ter o uso merecido no meu acervo.

Ele aparece nessa lista porque Laura levanta uma bandeira de valorização do ingrediente local na qual eu super acredito. Então assim, se você quiser conhecer mais sobre frutos nativos do Uruguai e diferentes técnicas de preparo e utilização desses ingredientes, fica a dica. 

Outro título que entra na mesma categoria de específicos é o Hongos, guia visual de espécies en Uruguay ($680, cerca de 75 reais), do autor Alejandro Sequeira.

A publicação tem mais de 500 fotografias, está desenhada em formato de guia e inclui códigos de comestibilidade, fichas de espécies, curiosidades e receitas gastronômicas. É o conjunto de um trabalho de compilação de material que levou mais de oito anos. E tem um público alvo bem específico.

O mesmo autor também produziu o manual  Especias: semillas y condimentos usados en Uruguay, além de ter elaborado o livro do Chivito, o icônico sanduíche extremamente popular no Uruguai. 


- A PROPOSTA INCLUSIVA: Hoy cocinamos nosotros!

Hoy cocinamos nosotros ($650, mais ou menos 73 reais) é uma iniciativa do Chef/educador Diego Ruete e funciona como uma extensão do seu projeto Educocina, um método que utiliza a preparação de alimentos como ferramenta de formação e integração entre a horta e a mesa, e procura fomentar nas crianças o gosto pela alimentação saudável. 

O livrinho possui 40 divertidas receitas para serem elaboradas em família, entre amigos para gerar experiências e compartilhar momentos associados a comida. Entre as propostas, aparecem opções para aniversários, Páscoa, Halloween, Natal, lanche para a escola e muito mais.

O livro acompanha ilustrações, fotografias, contos e informações para fazer uma hortinha em casa e as aventuras da gangue da cozinha. As crianças podem colorir e dar nome aos personagens que aparecem passeando entre as receitas. 

Diego defende que o livro é muito mais do que um conjunto de receitas. É uma arma para devolver a cozinha o valor que ela merece. É pra juntar todos em volta de uma mesa e cozinhar com ele e, se sujar, não tem problema, ele foi feito pra isso.  

O produto obtido é sem dúvidas resultado da fusão da proposta educadora com a gastronomia e ressaltam a possibilidade que a horta e a cozinha oferecem como ferramentas educativas e de saúde. Taí: uma opção bacana pra criançada interagir na cozinha e de quebra ainda aprender vocabulário em espanhol! Hahaha ☺


- A NOVIDADE: La Nueva Cocina Uruguaya: Quimica, Arte y Fusión

Segundo o La Nueva Cocina Uruguaya: Quimica, Arte y Fusión ($1500, cerca de 165 reais), a cozinha é cultura. E esse é um livro de receitas. Receitas criadas por grandes chefs que modificaram a cozinha tradicional incorporando novos ingredientes, abarcando sabores de ouros países, realçando com isso os sabores locais e servindo arte na mesa.

Em suas páginas se agrupam vinte destacados representantes da cozinha contemporânea para apresentar uma compilação criativa de cardápios e oferecer uma ambiciosa gama de pratos de sua autoria. 

E para produzir esse livro foram considerados aspectos como o alto impacto visual no qual a paleta de cores e a apresentação do prato potencializam o resultado final criando uma obra de arte.

A maneira que os diferentes ingredientes se mesclam para produzir aromas e sabores únicos é química pura. E a nova cozinha com ideias revolucionárias, ares inovadores próprios e de outros lugares que combina ingredientes exóticos e produtos locais. 

Na minha humilde opinião a fotografia e a diagramação deixam um pouco a desejar. O livro é relativamente novo e poderia ter um layout mais moderno, mais atrativo. Mas como diria aquele filósofo: quem vê cara, não vê coração... deixei meus preconceitos de lado e resolvi dar uma chance pro livro e não me arrependi.

Achei que tem opções variadas com cardápios completos e bem interessantes. Enfim, pros amantes da cozinha que se animam a replicar pratos de restaurante ou assistem o Masterchef e pretendem se aventurar pela cozinha, esse livro com certeza pode render muitas inspirações! 

***

Já me estendi demais! Inicialmente tinha pensado em fazer um top 3! Mas não me contive! Se você chegou até aqui, agradeço de coração! Haha.

Adorei compartilhar com vocês essa seleção de livros relacionados a gastronomia uruguaia que estão presentes no meu acervo, me inspiram e são um grande incentivo nas minhas aventuras na cozinha.

Espero que alguns de vocês se animem a comprar livros de receitas como recordação de viagem e que eles sejam um incentivo para passarmos mais tempo em nossas cozinhas. E espero que cada vez mais pessoas visitem o Uruguai e tenham uma impressão verdadeira da riqueza que é a gastronomia local além do óbvio!

Ficam aí as várias dicas para conhecer melhor tudo o que o paisito tem de bom e de melhor pra oferecer! <3

Com carinho, Lu. 

2 comentários

  1. Que texto maravilhoso!!!! Parabens!

    Ja tentei comprar o Nuestras Recetas de Siempre aqui mas não achei em nenhuma livraria com entrega pro Brasil... :(

    ResponderExcluir
  2. Lu, amei o post dos livros de receita! Já vou correr para a Escaramuza! Tenho o Rou que amo! E tenho um que adoro e não está na sua listinha, CHIVITO, el rey de los sándwiches de carne. Você conhece? É muito legal! Além de indicar os melhores restaurantes de chivito do UY, também conta a história do chivito! É uma super dica de presente! ��

    ResponderExcluir