5 bebidas para provar no Uruguai

O título completo seria 5 bebidas para provar no Uruguai além dos vinhos.

Porque viajar para o Uruguai e não degustar os excelentes vinhos nacionais só tem perdão para quem não consome nada alcóolico na vida hehe.

Hoje queria falar de outras bebidas comuns, algumas conhecidas dos turistas, outras menos. Trazer um punhado de curiosidades locais. Acredito que o que se leva à mesa conta muito sobre um lugar e fazia tempo não escrevia essas sutilezas e pequenezes do dia a dia.

Vou começar com a bebida mais consumida, a mais democrática (presente nos lares mais carentes aos mais abastados), a que marca mais a cultura uruguaia.

Sim, estou falando do mate amado. O chimarrão, como os brasileiros costumam apontar.

Obviamente, o mate e o chimarrão são muito parecidos - inclusive a erva usada aqui é todinha importada do Brasil - gêmeos talvez, mas, guardam suas diferenças.

Visualmente começa nos acessórios, o formato da cuia usado do lado de cá é outro, o recipiente tem um tamanho menor e consequentemente a bomba (o canudinho) também.

O sabor do mate uruguaio geralmente é mais forte, mais amargo, a folha é moída mais grossa, não chega a ficar um pó de cor verde intenso.

mate-uruguaio

É uma bebida que se toma o ano inteiro, no verão ou inverno, faça chuva ou sol (e confesso que levei alguns verões para me adaptar porque achava mucho loco alguém cogitar beber algo quente com 40 graus na cabeça haha, hoje posso facilmente levar meu mate para a praia).

Bebe-se diariamente, se há tempo é logo ao despertar. Se a saída matinal é corrida o ritual do mate vai acontecer na faculdade ou no trabalho. Compartilhado, passando de mão em mão entre amigos, ou solitário.

O mate acompanha a vida como um parceirão, de passeios na rambla a filas no mercado. Há piadas que garantem que o uruguasho pode fazer tudo com um braço porque o outro está sempre ocupado segurando a cuia e o termo.

Essa propaganda de uma marca de erva mate faz referência a esse costume, ó:


A segunda bebida que vou falar é o fernet, um composto de ervas que tem registro em diferentes culturas europeias desde o século XIX e que chegou nas bandas do novo mundo junto com o fluxo da imigração italiana.

Uma bebida escura, amarga e com teor alcóolico em torno de 40%, tradicionalmente era tomada purinha, como um aperitivo ou digestivo. Nas noites e no esquema jovem, o fernet é servido com coca-cola e gelo.

A primeira vez que bebi foi na Argentina, onde o fernet praticamente traduz um estilo de vida, quase como nossa caipirinha esperta na praia, sabe? A pessoa até se ofende se chega um gringo e acha ruim haha.

Pois bem, eu fui essa pessoa que provou e fez careta, parecia que estava tomando remédio de cólica e gente, quem toma remédio de cólica na balada? Os argentinos, os uruguaios e agora euzinha que não só aprendi a gostar como até compro para tomar em casa.

Na balada de estudante ou prévia em casa (a noite em Montevidéu começa mesmo às 2h da manhã, as pessoas geralmente se reunem na casa de alguém para beber, economizar e sair todo mundo junto depois de meia noite) sempre aparece o clássico fernet con coca.

Nos bares de coquetelaria criativa é possível encontrar fernet com meio mundo de outros ingredientes compondo drinks fotogênicos. Seja o tradicional ou o diferentão, experimente.

O fernet é a tal bebida amarga mencionada na belíssima música Cálice dos queridos Gil e  Chico! <3

A terceira bebida que quero comentar é a grappamiel, alcóolica, bem típica e docinha, como o próprio nome entrega é uma mistura de mel e grappa.

A grappa surgiu também como um costume trazido pelos italianos, trata-se de uma aguardente feita com o bagaço das uvas utilizadas na elaboração de vinhos.

No Uruguai inventaram essa mescla já engarrafada com mel. Se tomava pura e não gozava de boa fama, uma bebida popular e barata como a nossa pinga, atualmente vem ganhando destaque no mercado, muitas vinícolas conceituadas passaram a produzir e reivindicar um lugar no mercado.

Ocorre que muitas marcas vendidas como grappamiel já não contem a grappa original na fórmula - usam outros tipos de destilados, mais colorantes, conservantes e afins - então surgiram algumas mini polêmicas, mas eu acho ótimo poder encontrar produtos de qualidade e que resgatam tradições.

É uma bebida que tomada em pequenas doses aquece o corpo no inverno e também funciona super bem nos drinks frios de verão.

Pegando esse gancho do verão, vou para a quarta bebida que combina lindamente com praia (e no Uruguai pode ser de rio ou mar), dias quentes, vacaciones e almoço com as amigas: o clericot.

Clericot uruguaio

Ninguém sabe dizer ao certo onde inventaram o danado, se foi na França, Inglaterra ou Uruguai, mas fato é que muitos brasileiros acabam experimentando a bebida pela primeira vez no paisito, foi o meu caso e diferente do fernet, provei e imediatamente amei.

Não vejo muita evidência ao famoso drink em Montevidéu, mas em Punta del Este e arredores ainda faz sucesso no verão.

É fresco, suave, frutado, uma delícia! Lembra uma sangria, só que vai vinho branco ou espumante. As frutas usadas dependem da receita ou do bar, mas pode ser uva, laranja, pomelo, melão, morango, kiwi, maçã ou abacaxi.

E para terminar a lista, vou falar do medio y medio que é uma bebida que todos os garçons do Mercado do Porto oferecem, vendem aos turistas e bem... acho que só os turistas bebem e amam mesmo hehe.

Eu sei que é procurar treta fazer essas afirmações genéricas, mas não resisti hehe, já se foram 9 anos entre idas e vindas vivendo no Uruguai e NUNCA vi um uruguaio oferecendo medio y medio em casa nem pedindo na balada.

O mate vejo todo dia, meus sogros, por exemplo, tomam religiosamente quando acordam, inclusive quando estão em viagens no exterior. Presenciei e participei de rodas e rodas de mate com amigos no trabalho, na rua, na chuva, na fazenda.

Contabilizo alguns pilequinhos regados a fernet con coca. E muitas boas vindas com shot de grappamiel nos almoços e cumples nas casas das tias e vovós.

Foticos mil com as migas todas ostentando clericot na mão. Mas, o tal do medio y medio nunca-never-jamais encontrei fora do perímetro do mercado. Pois é.

- Ain, Jamile, então é pega-turista? Não, é uma tradição real do mercado e vale a pena provar, sim.

É fácil de beber, uma mistura de vinho branco e espumante, duas coisas lindas da vida, não dá para ser ruim hehe.

Mas, pela minha experiência, não é a bebida mais amada ou comum, embora seja a mais conhecida entre os turistas. Certeza que dessa lista tem muita gente que esteve de férias por aqui e só provou uma dessas bebidas: o medio y medio.

E não tem nada errado nisso, pelamordasanta, só quero dizer que é a mais famosa entre os turistas e curiosamente a que menos entusiasmo provoca no meu círculo social (que claramente não serve de estatística oficial para todo Uruguai).

Pronto, o post ficou um tanto etílico e estamos numa sexta-feira pós carnaval, não sei se orna hehe.

E para quem pensa que o ano finalmente vai começar, devo dizer - uma vez que estamos falando de cultura, curiosidades e amenidades - que aprendi nas bandas de cá que o ano só começa mesmo depois da semana de turismo (como eles chamam a semana santa em respeito ao Estado laico, outra curiosidade, daquelas simples, mas poderosas e ótimas para espalhar), rá!

Apreciem com moderação e até a próxima! :)

* Nosso blog é um projeto independente, todo o conteúdo é preparado com muito carinho e honestidade. As experiências aqui compartilhadas são bancadas majoritariamente do nosso bolso. 

Participamos do programa de afiliados da Booking.com, isso quer dizer que reservando a hospedagem através desse link - para qualquer hotel no mundo - você ajuda o blog a ganhar uma comissão sem pagar nada a mais na sua diária. Se você gosta do nosso trabalho, dá uma forcinha! Do lado de cá, prometemos continuar trazendo as melhores e mais originais dicas do paisito para tornar sua viagem mais incrível! Gracias! <3

9 comentários

  1. Eu não gostei do Medio y Medio. Uma tacinha e ok. Acheio meio doce..
    Já o clericot eu fui catar por ai e achei no shopping, la na praça de alimentação, num restaurante de churrasco. Eu sei que toda hora eu ia no shopping. hahahahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O medio y medio tem um toque meio doce mesmo, mas não deveria ser tão enjoativo, acontece que tem muita marca ruim comercializando (quem quiser provar é melhor investir nas garrafas da Irurtia, CampoTinto, Narbona, etc).

      E o clericot é maravilhoso, podia beber feito suco, adoro haha!

      Excluir
  2. Fui duas vezes pro Uruguai só nessa vida e sempre fiquei muito curiosa sobre o medioymedio, acho mesmo underestimated hahahaha, não sei como pode uma bebida linda dessas não emplacar!
    Mas confesso que acho o Fernet com gosto de biotônico, com Coca ainda, chega a dar engulhos...hahahaha

    Acho que preciso da experiência in loco pra aprender a apreciar!

    (Clericot é o drink mais instagramável do mundo!)

    Beijos

    https://melhorqueperfeito.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, no meu circulo ela nunca emplacou hehe, nunca vejo, só tomo conhecimento quando eventualmente passo pelo mercado do porto...

      O fernet é isso mesmo, tenta experimentar in loco na próxima! :)

      E o clericot é tão instagramavel que baixa uma coisa 'blogueira rhyka-agora só sei rir pra trás' assim que a gente pega na taça colorida, bonita, maravilhosa, adoro hahaha.

      Excluir
  3. Olá Mile, tudo bem?

    Aqui é a Empare Empreendedorismo, fazemos parte da Big Boss. Acabamos de lançar um projeto de marketing digital, permitindo diversos blogs a construírem uma renda mensal recorrente.

    Não queremos parecer intrusivos, mas vimos o seu blog e nos chamou atenção. Se você acha que faz sentido eu posso lhe enviar mais detalhes.

    O que vocês acha?

    Atenciosamente
    Empire Empreendedorismo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, eu meio que não confio nessas coisas, mas me manda um email por las dudas hehe! :)

      Excluir
  4. Olá Mile. Parabens pelo seu site. Original , criativo e boas dicas.
    Gostaria no entanto de sugestão na forma de apresentação no textos de emails que nos envia. Não sei se acontece apenas comigo. Quando abro o email enviado o texto ele ultrapassa bastante da tela sentido horizontal , obrigando a ficar correndo o mouse ou touchscreen o tempo todo e não apenas no sentido vertica de cima para baixa e vice versa. Se isto for o padrão e eu não estiver errado , sugiro formatar o texto no tamanho que caiba na tela de um lap top. No site , não vejo este problema , todo o texto esta todo formatado para leitura na vertical , apenas usando o mouse para correr de cima para baixo. Me parece que como tem sempre uma coluna de anuncio do lado direito e outros links o texto fica no padrao ideal para leitura.
    Agora aproveitando, em outubro devemos esta em Montevideo e me parece que é o periodo mais chuvoso do Páis , certo ? - Pergunto : Isto atrapalha muito o deslocamento para outros lugares?
    Por ultimo: Quando eu utilizo o link de hospedagem do Booking no site , isto conta pontos para o site ou tanto faz? . Obrigado e abs.

    ResponderExcluir
  5. Quem escreveu acima, foi Jorge Siqueira e meu email é josiq@uol.com.br.
    O titulo saiu com Unknown , desconhecido ?

    ResponderExcluir
  6. Fiz uma viagem por esse artigo, amei as fotos, Uruguai é Linda.

    ResponderExcluir