Plantado: Jantar especial em Montevidéu

A dica do Plantado não é novidade para quem nos acompanha há um tempo e tem nosso guia digital de Montevidéu nas mãos, é um lugar que frequentamos - e recomendamos - desde o lançamento do Hotel Hyatt Centric e abertura do restaurante ao público no ano de 2016.

Quase 3 anos depois e uma trajetória consolidada na cena gastronômica local, arrisco dizer que o Plantado ainda é uma daquelas dicas insiders, que não são exatamente intuitivas para quem está fazendo um rolê na cidade, como o restaurante fica dentro do hotel, não é todo mundo que passa na porta e tem carão de ir lá ver o que acontece, eu pelo menos quando viajo sempre fico na dúvida se essas propostas são exclusivas para hóspedes ou não. 

O Hyatt fica no bairro de Pocitos em frente àquele letreiro com o nome da cidade que a gente ama tirar fotos. O lobby do hotel é um dos mais bonitos da capital e antes de chegar ao restaurante, passamos pelo café e bar. 

Chegando ao Plantado entendemos claramente a referência: há uma oliveira no meio do salão, durante o dia a claraboia do teto permite uma iluminação natural que traz aconchego.



O espaço é lindo, moderno, elegante, mas sem afetações. No cardápio encontramos preços competitivos (as entradas custam a partir de 250 pesos e os principais ficam entre 530 e 690 pesos, o que tá bem ok para o padrão de bons restaurantes em Montevidéu) e pratos criativos e muito bem elaborados.

0

Parque de Esculturas em Punta del Este

O  Parque de Esculturas da Fundação Pablo Atchugarry é uma bela surpresa no roteiro do leste.

Um espaço incrível onde a arte e a natureza andam juntas, não entendo como até hoje - mais de 10 anos de inaugurado - o passeio não goza de tanta popularidade entre os turistas brasileiros.

A entrada é gratuita, o lugar é lindo de viver, tem trabalhos primorosos, obras ao ar livre, verdadeiramente o tipo de projeto que merece ser visto e incentivado.

Roteiro em Punta del Este

O Pablo é um artista uruguaio, dessas figuras geniais e raras, tem uma história de vida toda dedicada a arte, desde muito cedo ele já pintava com o pai, depois se encontrou com as esculturas em mármore, mudou-se para a Itália a fim de aprender, se consolidar, regressou ao Uruguai e hoje vive dividido entre os dois países e incontáveis exposições mundo a fora.
0