Roteiro em Punta: Las Grutas e Tres Musas

Duas dicas que complementam sua visita a Casapueblo, a boa vizinhança que merece ser vista também.


Punta Ballena é meu lugar no leste, onde mais vezes repeti a hospedagem e poderia armar um roteiro completo só nesse pedaço do mapa, mas já contei que a graça da experiência em Maldonado é se movimentar de uma ponta a outra.


Não precisa se preocupar se cruzou a ponte já é La Barra ou onde começa Manantiales nem onde termina La Juanita, o nome aqui é o de menos, o que não vale é ficar parado no mesmo lugar (mentira, se você quiser vale sim, as vezes é exatamente o que eu busco e tá tudo bem não ficar saracutiando também, viu). 


É tudo juntinho - falando de Club del Lago a José Ignacio, por exemplo, são apenas 50km, não completa nem 1h de carro - temos um vilarejo atrás do outro, mas as propostas variam e fazem a mágica acontecer: se apaixonar por Punta, Maldonado ou pelo leste, como queiram chamar. 



Fica combinado que tem bastante opção de lugares para ver, se hospedar, onde comer, tem praia e campo, luxo e simplicidade, agito e calmaria. Gosto assim. Última vez que busquei hotel em Punta del Este cidade - centrinho mesmo - deve ter pelo menos uns 5 anos. Não desprezo hehe, adoro ter uma cidade 'grande' ali com todo tipo de serviço à disposição, vou mil vezes na escultura La Mano, visito os lobos no porto, por mais repetidos que sejam minha filha segue amando, é bonito, leve, ela se diverte e eu também.


Ao tour clássico abrimos espaço para um passeio no bosque, um museu de arte, um parque de esculturas, uma vinícola, um restaurante pé na areia premiado, um cafecito aconchegante, uma degustação de azeite de oliva, subimos serra, voltamos para o mar e assim vamos agregando camadas de surpresa e interessância nos nossos dias. 

Pronto, me fui por las ramas, diriam os uruguashos. Comecei o texto super direta, duas dicas cantadas já de cara no título, mas cheguei até aqui falando de outras coisas. Concentro de novo nesse passeio que a gente faz sempre que pode ali na beira da praia, seja com as crianças ou sozinhos.


Las Grutas formam uma paisagem especial na pontinha de Punta Ballena, tão perto da Casapueblo que dá para descer andando (e curiosamente a maioria dos turistas não uruguaios passam inadvertidos).

3

Onde ficar em Montevidéu: hospedagem

Uma dúvida recorrente desde o início do blog, tema dos primeiros textos que escrevi. Revisito hoje, afinal 10 anos se passaram e muita coisa mudou na dinâmica da cidade, apesar da resposta continuar sendo a mesma: depende.


Não é má vontade, inclusive vou na contramão da cartilha de sucesso na internet que dá a vida por títulos apelativos, soluções fantásticas e novos gurus semanais. 


Quando digo depende é porque acredito em experiências e necessidades diversas. 


A maioria dos viajantes fica dividida entre a Ciudad Vieja ou Centro X Pocitos ou Punta Carretas, quase numa dicotomia de onde seria mais ou menos perigoso, uma preocupação legítima e que talvez pudesse ser esclarecida com uma leitura básica de realidade. 


Estamos falando por um lado de uma região portuária ou central (e note: centro de uma capital latina, pequenina sim, mas a maior urbe do país, muitas realidades convivem ao mesmo tempo) e por outro lado bairros de classe média que obviamente apresentam diferenças estéticas com recortes sociais mais ou menos evidentes. 


                                                          Meu amado e pouco turístico bairro Malvin


0