Montevidéu em agosto

Ou a newsletter que nunca foi. Várias ideias na cabeça, dificuldade de executá-las. Faz tempo vejo esse movimento de newsletter que afaga, um carinho bom que chega mensalmente via e-mail, uma pegada bem old school, me faz lembrar a pessoalidade e informalidade de quando a internet era mato e não só publicidade, negócios e algoritmos sinistros.

Gente normal falando de si mesmo, suas rotinas, dores e delícias. Todo mês minha caixa de email é agraciada com o olhar das pessoas que gosto nas interné, tem a Isa, o Gui, a Chica e outras queridas.

Fiquei com vontade de escrever também nesse formato, mas com pitadas do Uruguai que é nosso interesse comum aqui, notas aleatórias com coisas que nunca consigo transformar em post, como falei nesse texto randômico e sempre surge mais.

Pensei em dividir por estações, 4 cartas com sugestões para querer o paisito no inverno, primavera, verão e outono. Pensei e não fiz. Vim aqui hoje no improviso, no inverno que já quase termina, tirar a vontade do papel. Por teimosia e alegria.

Montevideu no inverno


O evento: La Noche de la Nostalgia

Um país que celebra a nostalgia, me derreto! <3

Todo 24 de agosto é dia de festa, uma das noites mais badaladas do ano no Uruguai. É dia de reviver sucessos musicais do passado, sair com amigos, recontar causos épicos e descansar no feriado do dia seguinte.


Se engana quem tá pensando que só os xovens caem na folia. A noite da nostalgia não é careta, para curti-la não tem idade.

Uma tradição que começou no final dos anos 70, contei mais da história nesse post.

São muitas propostas todos os anos, de bailes (festas para dançar) a jantares, eventos em vinícolas, clubes, hotéis e tal. Nessa página já registraram mais de cem eventos para a noite.

O mais bonito é esse sentimento coletivo de recordar as alegrias e vivências de outrora ao som de clássicos que marcaram gerações. Uma noite de nostalgia, uma noite feliz.

Com niños y niñas

Agosto também é o mês que se celebra o dia das crianças no Uruguai. Daí que tem toda aquela corrida publicitária de comprem presentes e felizmente há também eventos bacanas - alguns gratuitos, amém! - para fazer com a gurizada.

Teve sessão de circo no Centro Cultural Goes, tem sessão de contos hoje no Castillo do Parque Rodó (que foi reinaugurado esse ano e completa o leque cultural para um rolê no bairro com os pequenos, há uma biblioteca desenhada para as crianças no prédio que tem forma de um mini castelo, ou seja, já dá asas a imaginação na chegada e segue com os livros disponíveis no interior).

Montevideu em agosto com crianca

Qualquer dia dá para andar no parque, tem área verde, lago com pedalinhos coloridos e brinquedos para todas as idades, depois esticar até o Museu de Artes Visuais e terminar comendo alguma coisa no Mercado Ferrando, dos meus passeios preferidos com criança.

E para quem está sem guri ainda dá para emendar a night pelos bares e cervejarias espalhados nessa região, temos esse circuito da noite no nosso guia maravilhoso de Montevidéu, veja aqui.

Outro projeto lindo de viver é o Crece desde el pie promovido pela Sala Zitarrosa, uma seleção lúdica, consciente e divertida de espetáculos musicais e cinema para ir em família. Difícil escolher o que ver, eu iria absolutamente em todos se pudesse.

Montevideu em agosto com criancas

Por mais iniciativas assim, por favor. Acompanhem a programação, terá mais espetáculos em setembro e outubro.

Os escolhidos do mês <3

Um bar

O Candy Bar. A vibe que eu gosto. É pequenino, aconchegante, informal. Ótimo para papear com as migas tomando bons drinks. Tem post dele aqui.

Noite em Montevideu


Um café

O Café Brasilero. Como não amar um lugar que o Galeano amava, não é mesmo?

Vivo um recolhimento natural no inverno, gosto de lugares mais sóbrios, clássicos. Me sinto especialmente sortuda quando vejo a mesa do janelão que dá a la calle livre, o café fica mais gostoso e o dia também.

Cafes em Montevideu


Um museu

Espacio de Arte Contemporanea é uma experiência imperdível. Vale a pena qualquer desvio no roteiro para ir conhecer e se emocionar. Repito o que já disse em outras oportunidades:
Funciona na antiga penitenciária de Miguelete, a estética do espaço - que ainda mantém pavilhões não restaurados - por si só já comove.
Arte como pano de fundo de um cenário duro. Vidas, histórias, privações, liberdade, punição, ação, criatividade, esperança. Palavras e sentimentos que se entrelaçam no decorrer da visita.
A curadoria do EAC faz um trabalho primoroso, são vários projetos que envolvem a comunidade e transformam o espaço num lugar efetivamente de encontro e discussão, são mostras rotativas, oficinas, palestras, seminários, exposições que acontecem nas diminutas celas e também no pátio externo, tem uma programação sempre intensa e completa.

Museus em Montevideu

Um rolê de fim de semana

Viajar no friozinho, me gusta. Adoro as diárias com preços mais amigos e a tranquilidade dos destinos no inverno.

Se pudesse iria agora descansar nas serras. Uma escapada de muita natureza e mistérios lá em Villa Serrana.  Um lugar pouco óbvio para a maioria dos turistas. Para desconectar mesmo. Nada de listas com mil pontos para ver (mas querendo, tem até bastante coisa nas redondezas, tem roteirinho completo cheio de curiosidades sobre a vila no nosso guia).

Bate e volta de Montevideu


Um prato

Qualquer um com caldo quente. Até setembro acabar é o momento glorioso de comer guisos e sopas sem olhares de reprovação haha.

Ainda hoje me causa graça essa divisão que os uruguaios fazem de comida de inverno e comida de verão. Eles têm toda razão, há alimentos que funcionam melhor quando está frio ou calor, mas eu que cresci comendo feijão e ensopados de janeiro a janeiro acho isso tudo muito curioso.

Uma receita

Abri a página do A Punto - que faz parte do jornal El País e tem receitas e matérias com vários nomes da cena gastronômica local - e selecionei numa sentada 12 receitas apetecíveis. Doze. Exagerada sempre quando o assunto é comida hehe.

Escolhi compartilhar essa de biscoitos de iogurte e gergelim aproveitando o gancho do día del niño, uma receita fácil que dá para fazer com as crianças e mandar na lancheira da escola! <3

Uma bebida

Inverno e vinho fazem uma dupla imbatível. Me tragam um Tannat, por favor. Essa cepa que representa tão bem a viticultura do paisito. Forte e persistente. Uma uva de origem francesa que se adaptou a nova morada a ponto de tornar-se patrimônio nacional.

Pois é, o vinho Tannat é patrimônio uruguaio. Por seu caráter único é bem verdade que não agrada todo mundo de primeira, mas merece o teste. Eu sou fã.

Degustacao vinho em Montevideu


Sigam-me os bons:

Tava em dúvida se fazia essa tirinha. Dividida entre amar e não amar o Instagram. A rede que estreita laços e dá voz a projetos e trabalhos legais. A mesmíssima rede que leva o título de mais tóxica. A rede que mais passo tempo olhando, fato.

Sigo vários uruguaios que acompanho por diferentes razões. Não sabia quem trazer hoje, abri a app para fazer um uni-duni-tê básico, passou a Romina (@theromirioss) na timeline e não deu para buscar ninguém mais hehe. Mulherão da porra. Modelo, engajada, negra, uruguaia.

Eu nem sou chegada nas muoda, mas fico sempre admirada com o trabalho dela. Expressivo, belo, potente.


Reprodução Instagram @theromarioss

Escolhi essa foto feita pelo Alvaro (@_alvin_ph) que além de super competente no que faz, é de uma generosidade incrível com esse bloguito, temos algumas belas imagens no nosso arquivo cedidas sempre com muito carinho (e manas, é um fotografo conhecido nessa terra, ele fez as fotos do livro de receitas da Lucía Soria, chef do restaurante Jacinto e jurada do Masterchef Uruguay, olha que moral).

Tô sempre de olho nos stories dele, aparecem várias dicas de lugares para comer em Montevidéu e eventos badalados.

Para assistir: 

Dia 23 de agosto a Netflix incorpora no seu catalogo o documentário do Pepe Mujica: El Pepe, una vida suprema. Essa criatura inspiradora que eu espero encontrar um dia. Já ansiosa para ver (e recomendo também o La Noche de 12 Años,  se você ainda não viu, prepare a pipoca, o lencinho e o corazón).


Para ouvir:

Com sotaque e gramática yoruga hehe. O muso. Jorge Drexler. Sempre trazendo poesia e leveza em acordes e versos. Amo. Essa música ganhou o Grammy Latino do ano passado, é gostosinha, alegra o dia, fala de amor, estamos precisando, né? <3
"Te quiero
Te querré
Te quise siempre
Desde antes de saber
Que te quería
Te dejo este mensaje simplemente
Para repetirte algo
Que yo se que vos sabías"


Onde comer:

Hoje vou fazer diferente, ao invés de recomendar um lugar que já provei e gostei, vou tirar 2 nomes da lista de lugares que ainda não fui, mas tô muito a fim, talvez vocês descubram antes de mim.

Tenho sempre nomes anotados para visitar, tô sempre atenta, obviamente com a distância essa lista as vezes fica em pausa esperando nossa hora de voltar, cada vez falta menos para chegar (para quem caiu aqui agora, estamos há 3 meses chamando Barcelona de casa, depois de um tempo vivendo na Irlanda e outro na Colômbia, intercalados com idas e vindas ao Uruguai, um casamento e um nascimento hehe).

E tô lançando a sorte para vocês se aventurarem porque ando de olho nas comidinhas que eles fazem e combinam que é uma beleza com o inverno (guisos, sopas e massas, mamma mia, quero tudo) e oferecem preços simpáticos nessa Montevidéu amada, pero carita para xuxu.

Onde comer barato em Montevideu
Reprodução Instagram @_elbarranco_uy

Ambos tem esse toque caseiro, pequenos. Um se chama El Barranco e faz com frequência os pratos de inverno clássicos uruguaios (custa 240 pesos as porções de guisos e 140 de sopa, ótimo negócio para a média da cidade), está ali no Parque Rodó.

O outro se chama Meriggiare, fica na Ciudad Vieja, especialista em massa fresca, todo dia elaboram 9 massas e 9 molhos, além de pizzas, pães e para arrematar tem sempre um docinho com café. Eu que não me atrevo a fazer cara feia para gluten e carbos, apenas piro hehe.

***

Um compilado desconexo, talvez. Um monte de pensamentos soltos unidos com carinho. Espero que gostem das ideias e inspire nos passeios em tempos frios por essas bandas do sul.

Abraço! :)

*Nosso blog é um projeto independente. Participamos do programa de afiliados da Booking.com, isso quer dizer que reservando sua hospedagem nesse link - para qualquer hotel no mundo - você nos ajuda a ganhar uma comissão e não paga nada a mais na sua conta. 

Se você gosta do nosso trabalho, dá uma forcinha! Do lado de cá, prometemos continuar trazendo as melhores e mais originais dicas do paisito para tornar sua viagem mais incrível! Gracias! <3

2 comentários